Departamento de
Traducción e Interpretación

BITRA. BIBLIOGRAFÍA DE INTERPRETACIÓN Y TRADUCCIÓN

 
Volver
 
Tema:   Portugal. Doblaje. Audiovisual. Género.
Autor:   Chorão, Maria Graça Albuquerque Barreto Bigotte
Año:   2013
Título:   A dobragem em Portugal. Novos paradigmas na tradução audiovisual [Dubbing in Portugal. New paradigms in audiovisual translation]
Lugar:   Vigo
http://hdl.handle.net/11093/123
Editorial/Revista:   Universidade de Vigo
Páginas:   376
Idioma:   Portugués
Tipo:   Tesis
Disponibilidad:   Acceso abierto.
Índice:   1. A 'mal-amada' dobragem; 2. A dobragem em Portugal; 3. O público infanto-juvenil e a dobragem no contexto televisivo português; 4. Estudo de Caso: A Tradução do Humor na Dobragem das Teencoms Norte-Americanas.
Resumen:   Num país habituado a uma cultura de legendagem, assistiu-se, na última década, a uma crescente relevância de produtos audiovisuais dobrados, tanto para cinema como para televisão. O fenómeno da dobragem, ainda pouco conhecido e estudado, poderá estar a mudar as atitudes e os hábitos do público português. Assistindo a esta alteração de comportamentos, questiona-se se estaremos perante um novo tipo de espectador mais receptivo à dobragem, uma vez que as novas gerações, habituadas, desde muito cedo, a assistir a programas dobrados, podem vir a mudar as suas preferências e hábitos televisivos adoptando uma atitude mais positiva para com a dobragem. Alvitra-se assim a hipótese de que o consumo massivo de produtos audiovisuais dobrados pelos jovens actuais levará à aceitação da dobragem como meio preferencial de acesso ao texto audiovisual, lato senso, no futuro. Neste sentido, e com o intuito de compreender e descrever o fenómeno da dobragem, em Portugal, analisam-se vários aspectos, nomeadamente, ao nível da oferta de produtos audiovisuais dobrados, do processo técnico e profissional, das preferências dos receptores, do produto e da tradução. Considerando que são as crianças e os jovens os principais destinatários da dobragem, em Portugal, comprovou-se o perfil heterogéneo deste público, delimitado por balizas etárias e caracterizado pela especificidade das suas competências linguísticas, culturais e cognitivas a par da inexperiência vivencial. Este factor propicia a adopção da dobragem como modalidade tradutiva preferencial para este segmento etário. Depois de descrever como acontece e se materializa este fenómeno, falta perceber o porquê desta mudança de atitude. A dobragem de programas infanto-juvenis pode ter 'ingredientes' atractivos que cativam este novo público, tornando-a numa prática natural e apetecível. [Source: Author]
Comentarios:   Includes DVD.
Agradecimientos:   Record supplied by Francisco Pérez Escudero.
 
 
2001-2021 Universidad de Alicante DOI: 10.14198/bitra
Comentarios o sugerencias
La versión española de esta página es obra de Javier Franco
Nueva búsqueda
European Society for Translation Studies Ministerio de Educación Ivitra : Institut Virtual Internacional de Traducció asociación ibérica de estudios de traducción e interpretación